Skip to main content
gastar melhor o dinheiro

Finanças: 7 dicas para gastar melhor o dinheiro

Conseguir direcionar certo os recursos financeiros ajuda – e muito! – a conquistar estabilidade econômica. Assim, aprender a gastar melhor o dinheiro é fundamental. Isso, tanto para se chegar ao final do mês com algum valor em conta como para afastar de vez o fantasma das dívidas.

Primeiro passo a dar no sentido de controlar melhor as despesas é ter disposição para mudar. E para colocar em prática as 7 dicas que vêm a seguir!

1. Faça seu orçamento

Estabeleça um orçamento e inclua todos seus gastos nele. Seja realista ao anotar receitas e despesas: não conte com recursos incertos, nem deixe de prever saídas (por menores que sejam).

É de extrema importância registrar com exatidão cada centavo que entra, e no que ele vai ser despendido.

2. Siga o orçamento feito

Orçamento feito, orçamento cumprido! Essa deve ser sua meta mensal: manter os gastos dentro do planejado. Isso, para não ter de apelar ao uso de cartão e cheque especial. Mas, como fazer diante dos imprevistos?

Caso surjam, aí o jeito é usar o crédito. Sempre tendo em mente pagar o valor utilizado assim que possível, para não se ver às voltas com altos juros.

3. Planeje cada compra com todo cuidado

Na primeira das nossas dicas sugerimos a você prever entradas e saídas de recursos por meio de um detalhado orçamento. Pois para gastar melhor o dinheiro é essencial ter total controle sobre sua movimentação.

Sendo assim, além de ver no que vão os seus recursos, jamais tire um tostão do bolso sem antes planejar. Eletrodomésticos, roupas, artigos decorativos e outros mais: só os compre após cuidadosa análise.

4. Avalie se é mesmo preciso gastar dinheiro

Considerar se um produto é mesmo necessário e como a sua compra vai impactar as finanças: pontos essenciais do consumo consciente. Então, nada de se deixar encantar por vitrines ou promoções imperdíveis.

Foque seus gastos no que é preciso: não se deixe levar por um padrão de consumo que coloque em risco o seu orçamento.

5. Defina as prioridades de consumo

São tantas as opções de consumo que, ao não definir prioridades, você acaba gastando dinheiro em supérfluos. Nesse caso pode acabar faltando dinheiro para o primordial. Como o que você menos quer é ver isso acontecer, estabeleça o que é mais importante comprar. Depois, faça tais itens encabeçarem suas listas de compras.

6. Não compre por impulso

O impulso é mau conselheiro de quem pretende controlar as próprias finanças. Por isso, não deixe esse inimigo da economia determinar as escolhas que cabem a você. Como os apelos para gastar estão por toda parte e são fortes, use as seguintes estratégias contra eles:

  • atente-se às datas de vencimento das contas – juros e correções monetárias significam dinheiro jogado fora;
  • só leve o cartão de crédito às compras quando seu uso foi planejado;
  • faça distinção entre a hora do passeio e os momentos de compras – comprar não deve ser considerado uma forma de lazer;
  • ao sair para se divertir leve dinheiro contado – quando se está relaxado, os gastos tendem a extrapolar o orçamento;
  • não compre presentes fora de época – mesmo que você mesmo, seu familiar ou amigo mereçam muito um agrado, restrinja a compra de presentes às datas comemorativas.

7. Utilize um gerenciador de finanças virtual

Gerenciar as finanças por meio de um assistente financeiro online é fácil e eficiente. Muito mais intuitivo e inteligente do que as planilhas, o programa vai te auxiliar a identificar desperdícios e ajustar seu orçamento.

Seguir as dicas acima elencadas vai permitir a você gastar melhor o dinheiro e ter as finanças controladas. Daí por diante é só continuar na dianteira, aliando as práticas cotidianas à ajuda do assistente financeiro virtual. Esse é o caminho certo para assumir de maneira definitiva as rédeas da sua situação econômica!

Siga nossas mídias sociais:Facebook, Twitter, Instagram, Linkedin, Youtube, Pinterest e Google+ !

Assine nossa Newsletter e receba nossos artigos





Compartilhe sua opinião com a gente

opiniões